Município premiado no concurso nacional “O mar começa aqui”

0
222

O Município de Pombal foi premiado no concurso nacional “O mar começa aqui”, promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), com vista a educar para uma cidadania ativa incitando os jovens a passar a mensagem de que “Tudo o que cai no chão, vai parar ao mar” a toda a comunidade educativa.

O projeto foi desenvolvido por 15 escolas do concelho (mais dez que no ano letivo anterior), envolvendo um total de 935 participantes (mais 610 que no ano letivo anterior) que procederam à pintura de 40 sumidouros de águas pluviais (mais 20 face ao ano letivo anterior), no recinto escolar e/ou na sua envolvência.

A iniciativa resultou num balanço extremamente positivo, quer pelo entusiasmo e empenho de todos os envolvidos, quer pelo impacto junto da comunidade educativa e população em geral. De destacar o facto de ter sido um projeto inclusivo, de todos e para todos, com as crianças/ alunos com deficiência e/ou necessidades especiais a participarem ativamente em todas as fases da atividade.

O início do projeto teve lugar no mês de abril com a elaboração de vários desenhos com vista a sensibilizar para o tema “Tudo o que cai no chão, vai parar ao mar”. A comunidade escolar viria a eleger daí a imagem que representaria a escola no concurso nacional.
Numa fase seguinte, foram dinamizadas 19 sessões sobre o projeto “O mar começa aqui”, nas quais foi abordada a função dos sumidouros e sarjetas, contaminação das linhas de água, poluição marinha com destaque para a problemática do lixo marinho, tempo de degradação dos resíduos, impacto da poluição das águas doces e salgadas nos diversos ecossistemas e exemplos de boas práticas/ hábitos a adotar.

Por outro lado, em parceria com os serviços municipais e algumas juntas de freguesia, as crianças/ alunos assistiram à limpeza de sumidouros e sarjetas, tendo sido ainda identificadas as diferentes tipologias de resíduos e/ou poluição, principais fontes/origens das mesmas, tempo de degradação dos resíduos encontrados e exemplos de boas práticas/hábitos a adotar por todos.

De entre outras atividades, foram criadas, em família, bolas de trapos para os alunos brincaram no recreio, em detrimento da utilização de tampas de plástico; elaborado um cartaz sobre a problemática das beatas; sensibilização junto das assistentes operacionais para não despejarem as águas sujas nos sumidouros; ações de limpeza na localidade/ zona envolvente aos sumidouros exteriores à escola.

Por fim, no mês de junho, foram realizadas as pinturas dos sumidouros previamente escolhidas por cada estabelecimento de ensino, aprovadas pelo Município de Pombal e pela ABAE. Os sumidouros exteriores foram escolhidos especialmente tendo em conta a proximidade da escola e os que teriam mais impacto junto da população.

Fonte: Município de Pombal

Comentários