Mais confinamento, menos assistência!

0
519

Com o regresso do confinamento geral a todo o nosso país, a maioria das patologias que não a Covid-19 deixaram de ser prioritárias. No caso dos utentes que utilizam próteses
auditivas, a sua utilização é diária, o que leva, mais tarde ou mais cedo, à necessidade
de intervenção do seu especialista em audição para que seja feita a manutenção
adequada aos seus aparelhos auditivos.

A utilização contínua destes dispositivos médicos leva, inevitavelmente, à acumulação
de várias impurezas produzidas pelos ouvidos como cera, gordura e humidade/
transpiração. A acumulação destas impurezas nos aparelhos auditivos faz com que
a qualidade do som emitido pelos aparelhos diminuía gradualmente, não permitindo
que o seu utilizador oiça corretamente e tire o partido máximo dos seus aparelhos.

Sendo as próteses auditivas dispositivos médicos de primeira necessidade, os especialistas continuam a trabalhar durante o tempo de confinamento geral de forma a garantir que os seus utentes não são privados de toda a assistência e manutenção necessárias ao bom funcionamento das suas próteses. Se é utilizador de aparelhos auditivos e está nesta situação, contacte o seu especialista em audição de forma a informar-se como poderá
garantir a sua assistência, mesmo em tempo de confinamento.

No caso das pessoas que estão em casa a cumprir o confinamento imposto mas, têm
muita dificuldade em ouvir ou compreender e a utilização de máscaras e distanciamento social vieram evidenciar ainda mais estas dificuldades, contacte um médico ou casa
especializada para marcar uma consulta de aconselhamento, pois estes especialistas
continuam ao serviço de forma a garantir que ninguém fique privado de uma simples
conversa telefónica com um familiar ou à janela com um vizinho, que tão importantes
são numa altura como a que vivemos.

Proteja-se e proteja os seus!

Texto publicado na edição em papel do mês de Fevereiro de 2021

Diogo Brilhante
Administrador de
Centro Auditivo Pombal
diogobrilhante@hotmail.com

Comentários